Médico de Homens e de Almas

Uma pesquisa gigantesca de 46 anos sobre a história e vida de um médico que viveu na época de Jesus Cristo. Parece altamente tentador e instigante ler o fruto desse trabalho feito pela escritora inglesa Taylor Caldwell, traduzido por Aydano Arruda e publicado pela Editora Record em 2006.

 

Pra quem gosta de história, com eu, uma chance para devorar as 669 páginas desse romance e decifrar as experiências e fatos vividos por Lucas, antes Lucano, o apóstolo de Cristo que nunca o conheceu, que não era judeu, mas que se transformou num grande defensor dos ensinamentos cristãos somente com base em documentos, pesquisas e testemunhos que obteve durante a sua vida.

A autora divide o livro em três partes: a infância junto à família, a juventude – quando Lucas vai estudar medicina -, e a fase adulta, quando sai pelo mundo para trabalhar como médico e lentamente vai se convertendo à fé cristã, até assumi-la por completo em sua vida.

Na infância, temos uma visão bem detalhada da vida do personagem, mais precisamente dos que lhe rodeavam, como seus pais e irmãos. Considero essa parte do livro demasiado grande. Muitos detalhes narrados são importantes para entender sentimentos e relações vivenciadas por Lucas quando adulto, mas muitas poderiam ser descartadas, levando em consideração principalmente o resto da vida dele, que é muito mais intensa e interessante para o leitor.

Na segunda parte do livro, são narradas diferentes experiências vividas pelo personagem durante os estudos na escola de medicina. Amizades que construiu, reflexões e introspecções, sentimentos e angústias. A autora também se dedica muito à descrição de lugares, paisagens e vestimentas, que a meu ver, ultrapassa um pouco o interesse normal do leitor. Uma das passagens mais interessantes nessa parte do livro, ocorre quando Lucas vai à Roma e conhece César. A leitura aqui flui mais fácil e se torna menos descritiva e mais ativa.

Lucas vivencia nesse período inúmeras experiências que a autora, talvez pela enorme dedicação em elaborar o livro, não conseguiu resumir ou selecionar as mais relevantes. Em muitos momentos há uma trave que impede a fluência da história e dos fatos, e a leitura empaca numa descrição interminavel das paisagens e objetos. Essa parte do livro contém também alguns momentos exageradamente fortes, como por exemplo a descrição minuciosa de um aborto de uma mulher parente de Lucas que sofria de epilepsia. A cena foi narrada de modo tão real, que eu não conseguí dormir depois de ler.

Na terceira e últimia parte do livro, Lucas sai em peregrinação, buscando um verdadeiro sentido pra vida e pra si mesmo. Nessa parte, o livro é mais brando, e Lucas vivencia experiências mais gratificantes como médico, faz verdadeiros amigos e reencontra familiares que não via há anos. Aos poucos, o personagem vai se deparando com o dom da mediunidade e cura muitos de seus pacientes sem se dar conta disso, mas, infelizmente, sua conversão ao cristianismo acontece no livro quase que despercebida. A autora deixou a desejar, a meu ver, no momento mais crucial da sua vida, quando ele assume definitivamente os ensinamentos de Jesus como verdadeiros e passa a dedicar-se ao seu evangelho. Isso ocorre somente nas últimas páginas do livro. Minha curiosidade de leitora desejava saber mais um pouco depois da sua conversão e menos detalhes da sua infância e juventude.

Gostei de ter tido a chance de saber da história de Lucas e da civilização na época, mesmo não tendo gostado completamente da maneira como ela foi escrita. Apesar disso, o livro tem um ponto positivo: são feitas muitas notas de rodapé explicando nomes de deuses e personagens da mitologia grega citados na narrativa. 

Quero destacar também, que a autora procura situar os fatos e os personagens sempre dentro do contexto histórico e social da época, o que certamente é importante e interessante, mas acho que isso deve ser feito com cuidado e comedidamente. Por instantes, o leitor se perde na história e fica apenas concentrado nas relações sociais entre gregos, romanos, gentios, judeus, etc.

Por fim, a linguagem e gramática usadas no livro tem um tom muito religioso, que cansam e não permitem uma literatura romanceada e fluente. Usa-se muito os pronomes tu, conosco, convosco, por exemplo. Há uma preferência também pelo tempo do pretérito mais-que-perfeito, como dissera, houvera, falara e pelo uso formal das regras de ênclise, próclise e mesóclise.

Anúncios

  1. Murilo

    O Livro é simplesmente excelente, mas pessoas superficiais tem tudo para acharem-no uma melação, a vida de quem procura Deus é tortuosa, quem não têm paciência não O alcança…

  2. Luana

    Concordo extamente com seu texto amigo. Estou lendo atualmente, mas confesso que (principalmente no início do livro) pulo várias partes, no meu ver, irrelevantes. Inclusive a linguagem poderia ser mais fácil, em alguns momentos, ainda não terminei, mas pena saber q ñ terei uma descrição tão longa de sua conversão quanto a sua juventude.
    Mas, gostei da obra. Me sinto vivendo naquela época. Muito boa.

  3. célia

    Estou lendo o este livro e o meu medo era que a conversão de Lucano não fosse clara, pelo que vi na resenha isto se confirma , que pena!Parece que ninguém no mundo sabe explicar este milagre, não há como descrever em palavras o que se dá com um homem neste momento , parece mágico?

  4. sandra

    Acabei de ler o romance e realmente é uma leitura muito cansativa no início, mas a partir do meio do livro fica muito interessante, onde se fala realmente de Lucas. Realmente a descrição das paisagens é tortuosa, mas vale a pena a leitura. Para complementar o romance vou ler agora o Evangélio de Lucas para satisfazer minha curiosidade de como ficou sua linda pesquisa.
    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s